quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Transpareça

Hoje eu quero falar sobre transparência. Sobre a sua transparência consigo mesmo. Você sabe exatamente o que quer da sua vida? O que deseja conquistar? E o que vai fazer para conquistar o que deseja? Você se aceita como é? Você é diferente dos outros? Dos seus amigos? Da sua família? Das pessoas na rua? E você já identificou essas diferenças? Já aceitou essas diferenças? Se acostumou com sua aparência? Já discutiu com as pessoas pra mostrar seu ponto de vista? Você se olhou no espelho hoje? Já se amou hoje? Ou em qualquer outro dia, já se olhou no espelho e gostou do que viu?
Hoje eu quero falar de amor. Do amor que você sente por si mesmo e do amor que você sente pelos outros. Já pensou que não se amando, você se torna incapaz de amar outra pessoa? Mas, você se torna. Se você não se ama, não pode saber o significado real de amar e se não sabe o significado real de amar, não pode amar ninguém. Você se ama? Se sim, seja sempre feliz, saiba que se amando , você poderá amar e também poderá ser amado. Se não, trate de se aceitar e de amar.
Hoje eu quero falar sobre o conhecimento. Sobre o conhecimento que você tem de si mesmo e também das outras pessoas. Você se conhece? Seus gostos , preferências, reações? Conhece seu corpo? Conhece suas capacidades físicas e mentais?  Se sim, ótimo, você sabe exatamente quem é você! Mas, você sabe quem são as pessoas a sua volta? Os gostos, preferências, reações dos seus amigos? Os corpos dos seus amigos? As expressões corporais deles?  As capacidades físicas e mentais deles? Seus sentimentos? Você pode até dizer que sim, mas no fundo você sabe que falta alguma coisa que algo está fugindo de você, escapando por entre os seus dedos, algo que você não faz idéia, que acredita ser de uma jeito e é de outro. Pode acreditar. Eu escondo coisas dos meus amigos e sei que meus amigos escondem coisas de mim. Você também esconde.
Hoje eu quis falar sobre transparência, sobre amor e sobre o conhecimento. Hoje eu quis falar sobre o ser humano, sobre você, sobre mim, sobre seus amigos, seus pais, seus irmãos, sobre todos a nossa volta, sobre convivência, sobre amizade, sobre lealdade e até mesmo sobre frustrações.
Hoje eu quis falar sobre tudo, sobre nada e sobre a vida, sobre a realidade e sobre a surrealidade.
Hoje eu quis falar sobre nós, sobre coisas que eu mesma criei.

Beijinhos pra todos,
Liik!

Nenhum comentário:

Postar um comentário