terça-feira, 2 de outubro de 2012

Caçador de mim

Por tanto amor
Por tanta emoção
A vida me fez assim
Doce ou atroz
Manso ou feroz
Eu caçador de mim.
       Caçador de mim- Milton Nascimento

Hoje, eu gostaria de falar sobre o ser caçador de si mesmo. Escolhi essa música por que, com certeza, é a que mais tem a ver com o tema.
Caçar a si mesmo, significa o que para você, significa o que para seus amigos, seus parentes?
Para mim, caçar a si mesmo, é o ato de descobrir a si mesmo. Experimentar um mundo para descobrir o que você quer para si mesmo, descobrir o que gosta de fazer, o tipo de música que gosta de ouvir, seu tipo favorito de filmes, o livro que mais gostou de ler, o que tem mais a ver com você. Caçar a si mesmo é procurar em si mesmo suas qualidades e defeitos e tentar melhor sempre, é saber que o mundo está a seu favor, porque sim, o mundo está a seu favor. Ser caçador de si mesmo é ter orgulho de ser quem você é, porque depois de uma caçada tão longa, você precisa ter orgulho de si mesmo. Terminar essa caçada é difícil, você sempre vai encontrar algo que não havia encontrado antes, às vezes aos 90 anos você ainda pode descobrir coisas novas sobre si mesmo, e não se assuste, um caçador se mantém sempre jovem, partindo do princípio que a juventude vem de cada um, das suas atitudes, e hoje vemos jovens senhoras que são atuais e  não deixam de serem mulheres maduras, inteligentes e que sabem exatamente a idade que tem, senhoras que são jovens, bonitas, bem cuidadas e "antenadas" sobre a moda, sobre os avanços tecnológicos e tudo o mais que o mundo vai colocando para gente de repente e ao mesmo tempo são avós e mães dedicadas, esposas dedicadas e pessoas incríveis.
Enfim, a mensagem que eu queria deixar hoje, é: Cace-se, pois assim poderá desenvolver a si mesmo, um perfil de si mesmo e poderá continuar a caçar-se e ser sempre jovem, sempre uma pessoa incrível, com o poder sobre si mesmo. Cace-se e seja sempre você, porque é assim que você vai viver pra sempre.

Beijinhos
Liik

Nenhum comentário:

Postar um comentário